CPT - Centro de Produções Técnicas

Em mais um esforço para agregar valor e reduzir o peso de "commodities" como o leite longa vida no portfólio, a Vigor faz uma nova aposta, desta vez num produto voltado para o food service. Após um ano de desenvolvimento, a empresa de lácteos controlada pela holding J&F coloca no mercado um iogurte grego gourmet para ser usado como ingrediente na preparação de receitas pelos clientes do food service, como restaurantes, padarias e hotéis, e pelo consumidor final. Gilberto Xandó, diretor-presidente da Vigor, afirma que o produto pode ser utilizado como substituto de creme de leite e maionese na preparação de receitas. Isso é possível, explica, porque o produto é neutro – ou seja, não tem adição de sal ou açúcar. De acordo com o executivo, não há similar no país para o item que já existe nos Estados Unidos e na Europa. "A vantagem é que tem mais proteína e menos gordura que o creme de leite". Embora Xandó não divulgue números, a expectativa é que o novo produto incremente as receitas da Vigor no segmento de food service. No primeiro trimestre deste ano, elas representaram 22,1% do faturamento líquido da controladora, que totalizou R$ 427,6 milhões. Considerando a receita consolidada da Vigor, de R$ 1,019 bilhão no período, a fatia do food service no período foi de 9,3%. Para este ano, a previsão da Vigor para o Capex é de cerca de R$ 40 milhões, mas o novo produto demandou investimento pequeno, de cerca de R$ 500 mil. Segundo Xandó, os recursos foram utilizados no desenvolvimento do produto e de receitas no centro culinário da Vigor – em parceria com a rede de restaurante Viena – e também em testes com clientes. A Vigor inaugurou a categoria iogurte grego no Brasil em julho de 2012 e, segundo Xandó, "o mercado cresce bimestre a bimestre". Ele não divulga quanto a categoria representa nas receitas da Vigor, mas o segmento lácteos respondeu por 35,6% do faturamento líquido consolidado da empresa de janeiro a março. O novo item destinado ao food service será produzido na mesma unidade da Vigor em que já é produzida a linha de iogurtes gregos, na capital paulista. Num primeiro momento, o produto será comercializado apenas para o food service, mas no último trimestre deste ano o iogurte grego gourmet também deverá estar disponível no varejo para venda ao consumidor final.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here