CPT - Centro de Produções Técnicas

A Vigor Alimentos (BMFBovespa: VIGR3) encerra o terceiro trimestre de 2015 com ganho expressivo de rentabilidade e crescimento operacional. Segundo balanço divulgado em 10 de novembro, a receita líquida consolidada da empresa cresceu 28% no 3º trimestre de 2015 sobre o mesmo período do ano anterior e alcançou R$1.473,5 milhões, enquanto o lucro líquido dobrou para R$58,7 milhões, mesmo sobre uma forte base de comparação do 3º trimestre de 2014, quando o lucro já havia crescido 135,4%. No 3º trimestre de 2015, a Companhia obteve os maiores patamares de EBITDA já registrados: margem de 13,7% na controladora e 9,7% no consolidado. Com expansão de 89,5% em relação ao mesmo período de 2014, o lucro bruto da controladora atingiu R$327,1 milhões e a margem bruta evoluiu 1,3 p.p. para 36,1%. No consolidado, o lucro bruto cresceu 48,0%, totalizando R$459,0 milhões, enquanto a margem bruta expandiu 4,2 p.p. para 31,2%. "Mesmo com os desafios que se apresentam, todos estão focados na qualidade dos produtos, no aprimoramento contínuo e na inovação", comenta Gilberto Xandó, CEO da Vigor Alimentos S.A. "Temos agregado valor às marcas com investimentos constantes e com a expansão da presença no território nacional". Nos primeiros nove meses do ano, a receita líquida consolidada da Vigor já contabiliza R$3.742,8 milhões, com expansão do EBITDA para R$311,2 milhões e do lucro líquido para R$192,3 milhões. A Companhia reportou queda na alavancagem financeira por mais um trimestre consecutivo. "O incremento do resultado operacional, em conjunto com a disciplina na gestão do capital de giro, refletiram na redução do índice de alavancagem financeira para 1,9x dívida líquida/EBITDA", explica Xandó. Durante o terceiro trimestre de 2015, o crescimento acima da média levou a Vigor para o seu maior patamar de participação de mercado em lácteos e queijos, de acordo com dados divulgados pela Nielsen. Outro destaque foi a retomada de crescimento da linha de iogurtes tradicionais, além do contínuo crescimento da linha grego. "Acreditamos no potencial de crescimento da Vigor. Continuaremos investindo e entregando aos nossos consumidores cada vez mais sabor e qualidade, e acelerando nossas iniciativas para ampliar o portfólio e a participação de mercado no País", finaliza Xandó.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here