CPT - Centro de Produções Técnicas

As obras de expansão da Laticínio Verde Campo, com sede em Lavras, no Sul de Minas, onde serão investidos R$ 15 milhões, devem ser concluídas em março de 2016. Com o aporte, a capacidade de processamento será praticamente duplicada. Neste ano, devido à crise econômica, as estimativas de crescimento foram revisadas e o faturamento, cujo valor não é divulgado, deve aumentar 50%, frente a estimativa inicial de 65%. Há 15 anos no mercado, a empresa é especializada na produção voltada a alimentos saudáveis, de qualidade superior e diferenciados. O mix da Verde Campo é composto por iogurtes, queijos frescos e maturados, requeijão e creme de leite. De acordo com o presidente de Verde Campo, Alessandro Rios, apesar do ritmo de crescimento menor que o projetado e alcançado nos últimos anos, a empresa manterá os investimentos na ampliação da unidade, em marketing, em pesquisas e inovação. "Como todos os segmentos, estamos sentindo os efeitos negativos da crise econômica mundial, mas buscamos desenvolver mais ações para minimizar o impacto negativo e compensar parte das perdas registradas. Estamos sentindo dificuldades comerciais, esse impacto tem afetado nosso ritmo de crescimento, mas não interferiu na nossa participação de mercado", avalia. Ainda segundo Pires, atualmente a indústria opera com a capacidade máxima produtiva, que gira em torno de 120 mil litros de leite ao dia. Com os projetos de ampliar o mix e investir em produtores inovadores, foi necessário um novo aporte para expansão. A previsão é com a ampliação da unidade fabril, a Verde Campo passe a processar 200 mil litros de leite ao dia. Lançamentos – "Nosso planejamento prevê o constante investimento em inovação para que possamos ter sempre lançamentos de produtos diferenciados. Lançamos quatro produtos neste ano e temos um volume maior programado para 2016. Os pilares de trabalho estão inalterados por serem importantes para o desenvolvimento da empresa", observa. Neste ano, a captação da empresa cresceu 40% e a expectativa é manter o volume em alta. Por estarem localizados na principal bacia leiteira do País, o laticínio não enfrentou retração no volume de leite entregue pelos produtores, em função da estiagem. Além disso, é desenvolvido um trabalho forte de assistência técnica nas fazendas parceiras, que são mais de 300. Com a assistência, o aumento da produção ocorre de forma natural. Outro incentivo para o maior investimento em tecnologia, qualidade do leite e volume é o pagamento de um valor diferenciado pelo leite, o que também atrai o interesse de novos produtores a se adequarem ao padrão exigido pela Verde Campo. O último produto lançado pela Verde Campo foi o queijo cottage com sal do Himalaia. De acordo com Rios, assim como os demais produtos do laticínio, o queijo traz uma série de benefícios para a saúde com a redução dos níveis de sódio. "Ao utilizarmos o sal do Himalaia, o queijo cottage vem com 50% a menos de sódio sendo uma opção saudável para os consumidores, principalmente para as pessoas que têm problemas de pressão alta e outras restrições ao consumo de sódio. Somos a primeira empresa no País a lançar o produto com esse apelo e o primeiro no mundo a utilizar o sal do Himalaia", disse Rios.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here