CPT - Centro de Produções Técnicas

Produtores de leite expuseram situação crítica em reunião realizada no Sindicato Rural de Uberaba (SRU). No encontro, foi discutida a oscilação no preço pago pelo litro do leite em Uberaba. O presidente do SRU, Romeu Borges Júnior, destacou que, em cinco meses, a queda chegou a 40%. “Essa redução foi devido ao aumento de 8% na produção nacional, que impactou na diminuição do preço para estimular o consumo e suprir a oferta do produto. Outra questão que impacta diretamente na renda do produtor está relacionada ao crescimento dos custos de produção em virtude da estiagem sofrida em janeiro deste ano”, explicou. Também foram debatidas a variação do preço pago entre regiões e a diferença de remuneração entre produtores, apresentando transparência em relação a essa diferenciação. “Na reunião, chegaram à Comissão de Leite do SRU e constatamos que a situação está crítica. Percebemos que os pequenos produtores são os que estão sofrendo mais com a queda no preço. Desconfiávamos disso e chegamos à conclusão de que esta situação é real. Estamos tentando propor meios para diminuir a diferença entre os valores pagos aos grandes e pequenos produtores de leite”, relatou. Diferenciação – Segundo o gerente de Captação da Empresa de Laticínio Jussara, Antônio dos Santos Gontijo, a variação do preço em Uberaba depende de uma série de fatores, como volume, qualidade e logística. “Não podemos pagar a mesma coisa a um produtor que produz mil litros de leite e está a 10 km e a outro que produz 250 litros e fica a 25 km da empresa. Todos esses fatores fazem o preço oscilar”, explicou. O presidente do SRU sugeriu à Empresa de Laticínio Jussara que crie uma forma para melhorar a capacitação dos produtores e um preço mínimo para todos eles. Para Romeu, “a intenção é criar um planejamento para a região e estudar parcerias para ampliar as alternativas de eficiência, melhorando, assim, a produtividade e a qualidade do leite ofertado”. “A expectativa é de que a recuperação seja contínua para os próximos meses. Já em março, isso poderá ser sentido. Vamos elaborar outra reunião com a presença de todos os laticínios captadores da região”, acrescentou Romeu.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here