CPT - Centro de Produções Técnicas

Sabia que em Portugal há apenas uma fábrica que produz aqueles queijinhos fundidos em forma de triângulo? A Lactimaf, uma das mais antigas empresas de laticínios, foi pioneira não só no fabrico do popular queijo flamengo em bola, mas também no queijo fundido, tecnologia e saber trazido para a empresa familiar de Santa Maria da Feira no fim da I Grande Guerra por um austríaco. Hoje começa a consolidar o processo de internacionalização e prepara-se para conquistar a China. A empresa remonta ao início dos anos 30. Três irmãos – Margarida, Ana e Francisco – iniciaram uma pequena queijaria na aldeia de Fornos, em Santa Maria da Feira, para escoar o leite da sua produção agrícola, a Casa de Quintã. Perante a grande aceitação do produto e a falta de variedade no mercado, procuraram aprender com mestres queijeiros em França e na Holanda outros formatos e variedades para trazerem para Portugal. Em 1934, fundam a Lacticínios MAF (o nome resulta da junção das iniciais dos três irmãos), que se dedica à produção de queijo flamengo bola, desconhecido no país. Registam a marca Rico, usando o Castelo da Feira como símbolo na embalagem, imagem que ainda se mantém. Em 1945, com a chegada de um mestre queijeiro austríaco, a empresa volta a inovar, com os queijos emental e roquefort e o fundido em triângulos. Ainda hoje é o único fabricante nacional a deter o know how e a tecnologia deste formato de queijos, que vende sob as marcas Saúde, Rico e Trinkébom. Mantém o seu cariz familiar – são já a segunda e a terceira geração a decidir os destinos da unidade -, mas está tecnologicamente modernizada e orientada para o futuro. Transforma anualmente 3,6 milhões de litros de leite que dão origem a 600 toneladas de queijo e fatura cerca de três milhões de euros.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here