Laticínio fica em Pequizeiro, no oeste do Tocantins. Além das péssimas condições higiênicas, dono poluía um córrego que passa pela propriedade.

CPT - Centro de Produções Técnicas

ma fábrica de queijos e leite foi fechada pela Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) por produzir os alimentos em um ambiente que tinha fezes de porcos e galinhas. O laticínio fica em Pequizeiro, na região oeste do estado. A Adapec informou que o local funcionava ao lado do chiqueiro e do galinheiro da propriedade rural. O dono foi multado em R$ 23 mil.

A interdição aconteceu na tarde da quinta-feira (4). Foram aprendidos 200 quilos de queijo e 150 litros de leite impróprios para o consumo. “O que foi constatado pela nossa equipe, é que o local não possuía as mínimas condições de higiene para funcionamento de um laticínio”, disse o inspetor Dwany de Souza Carvalho, que liderou a equipe.

Além das péssimas condições higiênicas, o proprietário não tinha registro em serviço de inspeção, não atendia nenhuma das exigências de funcionamento e ainda poluía um córrego que passa pela propriedade. A fábrica clandestina fica em uma chácara na região.

O proprietário não foi encontrado no local para prestar esclarecimentos, mas as multas foram emitidas em nome da propriedade rural. Os produtos foram destruídos no aterro sanitário de Pequizeiro.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here