CPT - Centro de Produções Técnicas

O Governo da Suíça entregou segunda-feira à Fundação Cabo-verdiana de Acção Social Escolar (FICASE) 154 toneladas de leite em pó que serão distribuídas a cerca de 90 mil alunos do ensino básico e dos jardins-de-infância do país. O donativo, avaliado em 147 milhões de escudos cabo-verdianos (1,3 milhões de euros), foi entregue pelo Cônsul Honorário da Suíça em Cabo Verde, Paulo Lima, ao presidente da FICASE, Felisberto Moreira, e à ministra da Educação e Desporto cabo-verdiana, Fernanda Marques. Paulo Lima recordou que a ajuda do Governo suíço faz parte de um programa que vem desde 2007 e tem aumentado o donativo a cada ano, tendo começado com 37 toneladas de leite em pó e chegado neste momento a 154 toneladas. Apesar de Cabo Verde saído em 2008 do grupo de países menos avançados, o responsável diplomático afirmou que a Suíça continuou a ajudar o país a desenvolver-se no setor da Educação. Por seu lado, o presidente da FICASE disse que se trata de um "precioso apoio" da Suíça, que vai beneficiar cerca de 90 mil crianças do ensino básico e do pré-escolar, sobretudo as mais carenciadas. A maior parte do donativo, que será distribuído às escolas de todo o país durante o presente ano lectivo, destina-se às crianças de Chã das Caldeiras, afectadas pela erupção vulcânica na ilha do Fogo, que ocorreu entre 23 de Novembro de 2014 e 08 de Fevereiro deste ano. Felisberto Moreira realçou ainda que o leite vai contribuir para melhorar o nível nutricional das crianças e, consequentemente, um "reforço" para o aproveitamento escolar. A ministra Fernanda Marques destacou o "grande gesto de solidariedade" do Governo suíço, dizendo que chega "em boa hora" para fazer face às situações de vulnerabilidade que o país enfrenta – mau ano agrícola e erupção vulcânica na ilha do Fogo. O apoio do Governo suíço à FICASE iniciou-se em 2007, com a doação de 37 toneladas de leite, e ao longo de oito anos a Suíça ofereceu a Cabo Verde cerca de 700 toneladas de leite em pó.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here