CPT - Centro de Produções Técnicas

O Sindicato da Indústria de Laticínios do Rio Grande do Sul (Sindilat) integrará a missão internacional organizada pelo Ministério da Agricultura (Mapa) à China na próxima semana. Na ocasião, deverão ser tratadas condições para as exportações de produtos lácteos brasileiros para o país. A comitiva, que é comandada pela ministra Kátia Abreu, saiu do Brasil na sexta-feira (06/11) da semana passada, passando também pela Arábia Saudita e Índia. A representante do Sindilat e da CCGL, Michele Muccillo Selbach, e o diretor da Lactalis, Guilherme Portella, se integrarão ao grupo na próxima terça-feira (17/11) e quarta-feira (18/11). Em Pequim, na China, a comitiva participará de encontro no Ministério da Administração de Qualidade, Supervisão, Inspeção e Quarentena (AQSIQ). Já na quarta-feira (18/11), haverá reunião no Ministério da Agricultura (MOA). Também integram a programação, encontros no Ministério do Comércio (MOFCOM), com executivos da COFCO, e o CEO do China Investment Corporation – CIC, Ding Xuedong. Ainda na agenda de compromissos da missão está reunião organizada pela Abrafrigo com empresários da cadeia de proteínas. A presença do Sindilat nestes encontros empresariais é fundamental, uma vez que, em setembro deste ano, a China abriu pela primeira vez mercado para receber lácteos brasileiros. A projeção do Mapa é que as exportações poderão ter incremento de US$ 45 milhões por ano.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here