CPT - Centro de Produções Técnicas

A Câmara Setorial do leite e derivados, formada por 35 instituições do setor, pediu à ministra da agricultura, Tereza Cristina, para que o governo brasileiro suspenda as importações de lácteos do Uruguai e da Argentina. Além disso, o colegiado pede que os lácteos exportados sejam colocados na lista de exceção do Mercosul, incluindo impostos da mesma forma que o açúcar brasileiro, que é tributado aos países vizinhos.

O comentarista do Canal Rural Miguel Daoud afirma que a demanda por ajuda ao setor já é bastante antiga, e deve ser resolvida do jeito tradicional, ou seja, proibindo a entrada de leite no Brasil. “Sem a ajuda do governo, a produção de leite não vai para frente. Não é apenas uma questão econômica, mas também social porque muitos trabalhadores estão se afastando das suas atividades”, aponta.

Para Daoud, é necessário colocar barreiras, assim como outros países estão fazendo. “Temos que priorizar a produção nacional. Não temos condições de estabelecer uma obrigatoriedade de institucionalizar o leite? Ou transformar leite in natura em pó? É preciso olhar o balanço social da atividade produtiva brasileira”, complementa.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here