CPT - Centro de Produções Técnicas

Fiscais da Seagri-DF (Secretaria de Agricultura do Distrito Federal) realizaram, na tarde desta quinta-feira (16), apreensão de cerca de 1,5 tonelada de queijo muçarela. O produto era transportado pela BR-070, sentido Distrito Federal, e foi apreendido em Ceilândia (DF), durante blitz de rotina realizada na altura da barragem do Descoberto. O caminhão possuía refrigeração e vinha da região metropolitana de Goiânia (GO). A carga estava armazenada em caixas com o SIF (Selo de Inspeção Federal) – que permite a comercialização em todo o Brasil – para tentar burlar a fiscalização. Ao abrirem as caixas, os fiscais perceberam que as embalagens dos queijos estavam com o SID (Selo de Inspeção Estadual) de Goiás, que permite a comercialização apenas no estado de origem. Devido a essa irregularidade, a carga foi apreendida. Para o veterinário da Secretaria de Agricultura, Linus Pereira, a ação tem dupla finalidade. — Ganha a população pelo serviço de fiscalização de sanidade alimentar e ganha o produtor regularmente estabelecido do DF, que tem seus direitos protegidos contra a competição de produtos ilegais. O motorista responderá a processo administrativo que pode gerar de advertência a multa que varia de R$ 2,5 mil a 50 vezes este valor e, caso perca o produto, o queijo passará por análise. Se comprovada a qualidade, o alimento será doado ao Banco de Alimentos da Ceasa, para ser entregue a entidades socioassistenciais como creches e asilos.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here