CPT - Centro de Produções Técnicas

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) reconheceu a equivalência dos serviços de inspeção de produtos de origem animal dos municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Meio Ambiente (CIDEMA) ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (SUASA) para adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI). Com isso, os produtores da Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina (AMOSC) poderão comercializar seus produtos em todo o território nacional. O veterinário do CIDEMA Morciel Araújo Faraum ressalta que entre as vantagens do SUASA estão o aumento da renda para os proprietários das agroindústrias oriundas da agricultura familiar, a ampliação do retorno financeiro aos municípios, a agregação de valor aos produtos, a expansão do comércio e a disponibilização de produtos de qualidade ao consumidor final. <b>SUASA</b> O SUASA é o sistema brasileiro de defesa agropecuária que inclui atividade de sanidade, inspeção, fiscalização, educação sanitária, vigilância de animais, vegetais, insumos e subprodutos de origem animal e vegetal. Esse sistema é coordenado pelo MAPA, por meio do Serviço de Inspeção Federal, e tem por finalidade padronizar a inspeção de produtos de origem animal de todo o País. A adesão dos serviços de inspeção de Estados e municípios e consórcios é voluntária. Podem ingressar no sistema de inspeção aqueles que comprovarem equivalência com o Serviço de Inspeção Federal (SIF).

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here