CPT - Centro de Produções Técnicas

No dia 11 de novembro a ABRALEITE esteve em reunião no MAPA com o Secretário de Defesa Animal Jose Guilherme Leal e a representante da Anvisa, Dra. Ângela Castro Gerente-Geral de Medicamentos e Produtos Biológicos – GGMED e Gerente Geral de Alimentos Substituta, para tratar da rotulagem do leite A2.

Também estiveram presentes o presidente da ABRALEITE, Geraldo Borges, o vice-presidente e coordenador da Comissão Nacional do Leite A2 da ABRALEITE, Roberto Jank Jr, a consultora de nutrição da ABRALEITE, Dra. Andréa Esquivel, o Dr. Alexandre Campos – CGI- DIPOA e o Dr. Lucio Akio Kikuchi – DIPOA.

Na reunião, ficou estabelecido que para utilizar a necessária informação ao consumidor esclarecendo sobre a “mais fácil digestão” do leite A2 no rótulo, característica essa já amplamente reconhecida no exterior, a ABRALEITE peticionará tal solicitação e apresentará à Anvisa toda a documentação e trabalhos científicos que ratificam tal propriedade inerente à beta-caseína A2.

A denominação de origem de vacas a2a2 já está oficializada pelo MAPA após trabalho desenvolvido pela ABRALEITE com o MAPA, como noticiado no link:
http://abraleite.org.br/2019/10/01/abraleite-consegue-regulamentar-o-a2a2/

Após a aprovação da Anvisa ao pleito da ABRALEITE sobre a rotulagem, o leite A2 poderá constar como um ingrediente nos rótulos de produtos lácteos certificados com a presença exclusiva da beta-caseína A2, beneficiando especialmente o consumidor que apresenta problemas na digestão de leite e laticínios.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here