CPT - Centro de Produções Técnicas

Os preços pagos pelo leite ao produtor em janeiro – referentes à produção entregue em dezembro – permaneceram nos mesmos patamares do mês anterior. O preço médio bruto foi de R$ 0,5969/litro, leve redução de 0,5 centavo por litro, equivalente a 0,92%, frente ao mês anterior – o valor foi o mesmo registrado em janeiro de 2009, em termos nominais. A estabilidade, já esperada pela maior parte dos agentes do setor consultados pelo Cepea em dezembro, ocorreu principalmente devido à desaceleração da produção. A captação de leite nos cinco estados pesquisados pelo Cepea já registrou ligeira queda em dezembro, após atingir recorde em novembro. O ICAP-Leite (Índice de Captação de Leite) recuou 1,6%. Em Minas Gerais, a captação permaneceu praticamente estável em relação a novembro, ao passo que no RS, PR, SP, GO e BA, houve queda – de 0,8% no RS a 3,8% na BA. Na média nacional, o índice representa aumento de 6,2% na comparação com dezembro de 2008. No acumulado do ano, o ICAP-Leite/Cepea fechou com queda de 1,3% frente a 2008 – primeira queda anual desde o início da pesquisa -, porém, representou ainda aumento de 8,8% em relação a 2007. Após redução de 6,5% no primeiro semestre do ano frente a igual período de 2008 – devido principalmente à descapitalização do setor e a adversidades climáticas no Sul do País -, o ICAP/Cepea registrou aumento de 9,3% no segundo semestre de 2009 frente ao primeiro e de 3,9% em relação ao mesmo período de 2008. As intensas chuvas em algumas das principais regiões produtoras contribuíram para a recuperação da produção leiteira no período. A partir de janeiro, como normalmente ocorre nesse período do ano, a tendência é de estabilidade ou recuo na captação do leite. Dessa forma, a expectativa é de que os preços se mantenham ou aumentem no próximo pagamento. Conforme levantamento do Cepea junto a compradores de leite, 48% dos entrevistados, que respondem pela aquisição de 41,4% do volume de leite da amostra do Cepea, acreditam em alta frente a janeiro. Os preços devem permanecer estáveis para 47% dos agentes, que compram 52% do produto da amostra, e apenas 5% acreditam em recuo para o próximo mês. O preço do leite no mercado spot (comercialização entre as empresas) já teve significativo aumento na primeira quinzena de janeiro, em torno de 8 centavos por litro. Essa valorização serve como parâmetro para o mercado ao produtor. Normalmente, o mercado spot reage ou cai antecipadamente em relação ao preço ao produtor, e em maior magnitude. No segmento de derivados lácteos, ainda houve queda de preços em dezembro. O preço médio do leite UHT no atacado do estado de São Paulo foi de R$ 1,21/litro, recuo de 5,1% frente a novembro. Na mesma comparação, o preço médio do leite em pó (embalagem de 400g) registrou queda de 1,8%, a R$ 8,88/kg. O preço do queijo mussarela foi de R$ 7,67/kg, redução de 6,4% frente ao mês anterior. O leite pasteurizado teve leve recuo de 0,8%, ficando a R$ 1,15/litro. Para os próximos meses, entretanto, a redução na oferta de leite pode favorecer aumento dos preços dos derivados no atacado. Além disso, há expectativa de aumento de vendas com a volta às aulas. JANEIRO – A maior parte dos estados pesquisados pelo Cepea apresentou estabilidade de preços em janeiro. No Rio Grande do Sul, o preço médio foi de R$ 0,5615/litro, frente a R$ 0,5647 no mês anterior; em Goiás, a média de R$ 0,5795/litro também ficou muito próxima do R$ 0,5774 de dezembro. Em outros estados, como Minas Gerais e São Paulo, a redução também foi inferior a 1 centavo por litro em relação a dezembro, fechando a R$ 0,6099/litro (recuo de 0,7 centavo por litro) e a R$ 0,6177/litro (redução de 0,8 centavo por litro), respectivamente. No Paraná e em Santa Catarina, as reduções foram de 1,3 e 1,7 centavo por litro, respectivamente. O preço médio bruto em janeiro foi de R$ 0,5907/litro no estado paranaense e de R$ 0,5996/litro no estado catarinense. Já na Bahia, houve recuo de 4,1 centavos por litro frente a dezembro, com a média indo para R$ 0,5691/litro. Vale ressaltar que o estado nordestino apresentou menores reduções de preços nos últimos meses em relação a outras praças. Fonte: Cepea/Esalq/USP, adaptado pela Equipe Milknet 28/01/2010

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here