CPT - Centro de Produções Técnicas

O queijo "Instância Capim Canastra" produzido em São Roque de Minas conquistou o segundo lugar em um dos principais concursos de queijos do mundo, realizado na França. O Mondial du Fromage de Tours. O produto foi o primeiro brasileiro a conquistar medalha no torneio. A categoria que premiou o alimento foi “massa prensada não cozida de leite cru de vaca”, onde concorreram mais de 600 queijos de 23 países. A produção é feita em uma fazenda cercada pelas montanhas da Serra da Canastra. O leite utilizado é do gado Caracu, de origem europeia. O conhecimento é herança dos primeiros portugueses que colonizaram a região. A família que produz o queijo mantém a tradição há quase 200 anos. O leite chega a queijaria para um processo que dura, no mínimo, 22 dias. O modo de produção artesanal é tombado como patrimônio cultural e imaterial do país. A premiação abriu mercado. Para comprar o queijo premido é necessário entrar em uma fila de espera e aguardar no mínimo 20 dias. A peça pode chegar a custar R$ 800. A valorização oportunizou outra conquista. O produtor conseguiu recentemente o selo nacional para vender a iguaria fora do estado de Minas Gerais.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here