CPT - Centro de Produções Técnicas

A Cooperativa Agropecuária dos Produtores Rurais do Médio Espinhaço, sediada em Conceição do Mato Dentro, vai investir na valorização do queijo artesanal. Segundo o presidente Vulmar José Procópio, a instituição planeja construir um centro de maturação do queijo, conhecido como empório, para valorizar o produto e garantir mais renda aos produtores. Conceição do Mato Dentro e outras cidades da região têm fazendeiros reconhecidos pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) como produtores do Queijo Serro. Para manter a qualidade, o produto não pode ser comercializado fora do município sem passar pelo processo de maturação. De acordo com o presidente, enquanto o queijo fresco é vendido para atravessadores por R$ 7,00, R$ 8,00 o quilo o maturado sai a R$ 45,00, R$ 50,00 o quilo em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. “Visitamos inclusive a cidade de Medeiros, no Oeste de Minas, onde tem um centro de maturação funcionando. Constatamos que, com o empório, poderemos agregar valor e o produtor venderá seu queijo com um preço muito melhor”, afirma Vulmar. A Cooperativa tem atualmente 169 associados das cidades de Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim, Congonhas do Norte e Morro do Pilar. Além de criar mecanismos que valorizem o produto, a instituição também vai intensificar as orientações quanto à saúde do rebanho: exames de brucelose e tuberculose, vacinação e outros cuidados. Ao mesmo tempo em que reúne recursos para construir o empório, a cooperativa também vai buscar parcerias para ajudar os produtores a profissionalizar suas queijarias e obter o certificado junto ao IMA. O trabalho conta com a ajuda da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater), Prefeitura e outros parceiros. <b>Complexo industrial</b> A cooperativa também pretende construir, próximo ao Parque de Exposições Genesco Aparecido de Oliveira, um complexo industrial para produzir manteiga, leite pasteurizado e queijo parmesão. Segundo Vulmar, é projeto de curto prazo. Atualmente, boa parte do leite dos produtores é vendido in natura para Governador Valadares. Com a indústria de laticínios, o leite empacotado e os demais produtos poderão ser vendidos também em outras cidades, dentro e fora de Minas Gerais.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here