CPT - Centro de Produções Técnicas

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) oferece 220 opções de cursos técnicos distribuídas em 13 áreas tecnológicas, entre elas, o eixo ‘Produção Alimentícia’, direcionado aos estudantes interessados em compreender os processos industriais de alimentos e bebidas. A organização curricular dos oito cursos deste eixo compreende disciplinas que abordam o desenvolvimento sustentável, normas técnicas e de segurança, consciência ambiental, cooperativismo. A metodologia utilizada prepara o aluno para atuar na prática com criatividade e sociabilidade. Além disso, o curso proporciona aos estudantes o contato com atividades que ensinam como otimizar as máquinas e implementos, análise sensorial, controle de insumos e produtos, controle fitossanitário e distribuição e comercialização, relacionadas ao desenvolvimento permanente de soluções tecnológicas dos produtos de origem vegetal e animal. Todos os cursos deste eixo tecnológico também oferecem capacitação profissional focada nas ações de planejamento e gerenciamento das normas de segurança seguidas pelas indústrias brasileiras. Vale ressaltar que as capacitações disponibilizadas pelo programa seguem as regras estabelecidas no catálogo nacional de cursos técnicos. Assim, cada nomenclatura, carga horária e perfil descritivo são padronizados, a fim de qualificar a oferta de cursos e possibilitar ao estudante maior aceitação no mercado de trabalho. <b>Técnico em alimentos</b> Profissionais desta área realizam o controle de processos manuais e automatizados e acompanham a manutenção de equipamentos. Dentre as atividades desenvolvidas, se destacam a atuação em processamento e conservação de matérias-primas, produtos e subprodutos da indústria alimentícia. A grade curricular é diversificada, com disciplinas sobre análise sensorial, controle de qualidade, alimentos, química, biologia, bioquímica, microbiologia, biotecnologia, embalagens, entre outros. Os estudantes ainda terão aulas práticas e teóricas de análise físico-químicas, microbiológicas, sensoriais, gestão e planejamento no processamento de atividades do setor. O mercado de trabalho filtra profissionais em indústrias de alimentos e bebidas, laboratórios, institutos de pesquisa e consultoria, órgãos de fiscalização sanitária e proteção ao consumidor e indústria de insumos para processos e produtos. <b>Técnico em agroindústria</b> Com duração de 1200 horas/aula, os estudantes deste curso serão capacitados para desenvolver atividades ligadas ao processamento de alimentos nas áreas de laticínios, carnes, cereais, beneficiamento de grãos, bebidas, frutas e hortaliças. O curso ainda fornece subsídios para que o profissional avalie programas preventivos de higienização da produção agroindustrial e seja capaz de atuar em sistemas para diminuição do impacto ambiental durante os processos de produção. A rotina profissional também permite ao técnico implementar e gerenciar sistemas de controle de qualidade, sobretudo identificar e aplicar técnicas mercadológicas para distribuição e comercialização de produtos. As disciplinas oferecidas abrangem temas como processamento de produtos de origem animal e vegetal, controle de qualidade, sanitização, higienização, ferramentas de gestão, equipamentos, manutenção e instalações agroindustriais e legislação de alimentos. Ao concluir o curso, os estudantes estarão preparados para colocar em práticas as habilidades desenvolvidas durante todo o curso em diversas indústrias de alimentos, agroindústria, laboratórios de controle de qualidade e instituições de pesquisa de todo o País.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here