CPT - Centro de Produções Técnicas

O preço do leite recebido pelo produtor mato-grossense está em baixa nos últimos meses, mas atingiu em julho o maior patamar deste ano, chegando a R$ 0,84/litro, em comparação com o mês anterior, houve uma elevação de 3,88%. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontou que o “aumento esteve atrelado, principalmente às quedas na produção e na captação em julho, essa menor oferta, por sua vez, eleva a competição entre as indústrias e impulsiona os valores da matéria-prima”. Além disso, segundo o Instituto, “os laticínios se preocupam em oferecer valores maiores evitando a perda dos fornecedores, tendo em vista que alguns produtores têm deixado a atividade devido aos baixos preços praticados. Já a captação de leite em Mato Grosso diminuiu 1,60%, e a perspectiva do mercado é que em ago/15 diminua ainda mais, em virtude da menor qualidade e quantidade de pasto, o que prejudica a alimentação animal e afeta diretamente a produção de leite”. Em relação aos derivados, a entidade destacou que o preço do queijo muçarela na indústria tem reajustado positivamente, apresentando aumento de 4,33%, visando recuperar as margens.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here