CPT - Centro de Produções Técnicas

As donas de casa que foram aos supermercados nesta semana se assustaram com o preço do litro do leite UHT, aquele vendido em caixinha. As marcas mais baratas eram encontradas por R$ 3,69 e as mais caras por até R$ 4,19. “Está um absurdo! Não faz dez dias eu comprei por R$ 3,25”, dizia uma jovem senhora, mãe de duas filhas, no final da tarde de terça-feira ao lado da gôndola de um grande supermercado da cidade. “Pobre não tem vez. A gente fica feliz com [a queda] o preço da gasolina, mas em compensação o leite sobe desse jeito”, comentava a outra. “Não compro mais leite de caixinha. Agora, compro dois ou três litros de leite de saquinho e quando acaba eu compro mais. Venho mais vezes ao supermercado, mas economizo. Sem contar que a caixinha tem um monte de química”, ensinava a mulher de um comerciante de veículos. Os produtores rurais, porém, continuam reclamando do preço pago pelos laticínios. Principalmente os pequenos produtores que não têm poder de negociação. O preço varia conforme a quantidade comercializada. Quem vende entre 430 e 450 litros recebe, em média, R$1.20 por litro, porém quem entrega mais de mil litros recebe entre R$1.50 e R$1.80. Por outro lado, os pequenos produtores que entregam uma pequena quantidade, no latão, recebem em torno de R$0.80 a R$0.90 por litro. “Infelizmente, nós pagamos o pato com os preços altíssimos da ração e da silagem e cada vez aumentando mais. Tem fortes produtores que até conseguem um preço razoável, mas para os pequenos, como nós, está saindo a R$ 1,20 no resfriador e no latão vai estar por volta de R$0,80 a R$0,90 e ainda tem que tirar os gastos”, disse uma produtora do Córrego do Bacuri, em Jales. Informalmente, a engenheira agrônoma Neli Meneguini Nogueira, da CATI Regional de Jales, confirmou os preços e ressaltou que a prática de mercado é a negociação de preço no pós venda. Ou seja, depois que o produto é entregue. “Os produtores não combinam o preço antes, só conhece depois da fatura”. A produtora do Córrego do Bacuri reconheceu um pequeno aumento no valor pago entre o mês passado e este. O litro subiu de R$1.15 para R$ 1.20 com a promessa de novo aumento. “Para nós aqui varia conforme eles querem. Eles dizem que ainda pode aumentar”. De acordo com o Canal Rural, o leite tipo C na região de São José do Rio Preto está cotado entre R$ 0,75 e R$ 1,17.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here