CPT - Centro de Produções Técnicas

Uma equipe da University College of Dublin realizou recentemente um estudo no programa “Food for health Ireland” e publicado na revista científica Nutrition and Diabetes. Ao analisar uma amostra de 1.500 pessoas com idades entre 19 e 90 anos, estudiosos analisaram o impacto de produtos lácteos – leite, queijo, nata e iogurte – no desenvolvimento da massa gorda.

A equipe pode negar a correlação entre um grande consumo de queijo e um alto índice de colesterol no sangue. “O que verificamos é que nos grandes consumidores de queijo havia uma presença maior de gordura saturada do que aqueles que consumiam pouco ou não comiam nada” – disse a principal autora do estudo Emma Feeney – “No entanto, não há diferença nos níveis de colesterol “.

Além disso, eles foram capazes de dizer que a ingestão de laticínios não afetava a massa gorda e, em alguns casos, aqueles que consumiam grandes quantidades de queijo eram ainda mais magros do que aqueles que não consumiam habitualmente.

Os estudiosos tiveram que reiterar, como em todas as dietas, que exagerar na preferência por um único alimento nunca é saudável e é altamente desencorajado. “Não devemos considerar apenas os nutrientes de um único alimento em si, mas toda matriz de nutrientes dos vários alimentos que ingerimos” – concluiu Emma Feeney – “O esquema alimentar geral e o quadro geral de tudo o que comemos não deve ser subestimado”.

Se você quiser saber mais, clique aqui e encontrará todos os detalhes do estudo.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here