CPT - Centro de Produções Técnicas

Estamos em uma nova era para as empresas brasileiras, principalmente a ligada ao agronegócio lácteo em todos os elos da cadeia produtiva do leite, aonde a abertura do mercado brasileiro à competição estrangeira e a globalização da economia vem demandando melhoria constante na qualidade dos produtos, maior profissionalismo no atendimento a clientes e fornecedores, maior produtividade, redução dos custos e preços mais baixos para o consumidor. Este mercado global impõe desafios às empresas, entre eles o de desenvolvimento de uma vantagem competitiva sustentável, ou seja, algo que o cliente perceba como um diferencial entre um concorrente e outro. Nestes momentos o que mais temos são desafios porem, é lógico que desejamos ter menos tempestades no caminho, com isto temos um risco: o de ficar tranqüilos com o mar calmo e perdermos a resistência para enfrentar a tormenta. Já que as dificuldades do mundo globalizado sempre virão ou poderão vir de uma hora para outra. Temos de aprender a lidar com as dificuldades desta nova era de modo mais produtivo possível. Antes de tudo, nesta nova era mantenha a mente em ordem, isenta de dramatizações e preocupações exageradas. Se necessário, busque apoio. Trabalhe firme na solução dos problemas, com a devida concentração e uma estratégia adequada, procurando isolar as perturbações e fontes de tensão. Peça orientação para alguém que esteja vendo o problema “de fora” e pode ter uma visão mais objetiva e racional dos processos. Cuidado com o canto das sereias. Quem está em dificuldade fica vulnerável a idéias mirabolantes ilusórias. Cuidado com propostas fantasiosas, com promessas em geral, com conversa persuasiva de gente esperta. Por maiores que pareçam ser as dificuldades, não desista da luta. A persistência faz milagres. A correria pode também decorrer de pressões da empresa para atingir resultados a qualquer custo, apostando mais na transpiração que na criatividade. De repente, se for feito um diagnóstico mais aprofundado vai-se perceber que essa empresa está acumulando desperdícios desnecessários e oportunidades perdidas. Com isto, a força de vendas das empresas serão os espelhos destas no mercado, onde atender o cliente com qualidade e satisfazê-lo é uma estratégia empresarial essencial para o negócio e que neste nova eras deve-se basear na parceria. A força de vendas é o canal de comunicação da empresa com o cliente e do cliente para com a empresa, sendo que não se resume somente em tratar o cliente com cortesia, e sim acrescentar benefícios a produtos e serviços objetivando superar as expectativas dos clientes. Este canal direto de comunicação com o cliente deve ouvir com muita atenção suas criticas e sugestões, sendo estas comunicadas a empresa de forma clara, objetiva e direta aos diversos departamentos e, esta por sua vez transformá-las em melhores produtos e serviços. Outro ponto a ser considerado é o estimulo ao treinamento de todos funcionários e prestadores de serviços que tenham contato com os clientes. Todas estas ações e mudanças levam mais tempo do que se pensa. Uma promoção de um produto ou serviço qualquer costuma demorar mais para trazer resultados do que se imagina. Igualmente a equipe demora mais tempo do que o imaginado para assimilar um novo modo de ser, desejado pela gerência. Sendo assim, prever etapas mais longas e mais bem estruturadas no processo de planejamento é fundamental. Pressa, ao contrário, queima etapas e substitui ações que iriam funcionar melhor que a nova alternativa implantada prematuramente. Esta nova mentalidade de administração no mercado global é necessário a todos os empreendedores, e para todos tipos e tamanhos de empresas do setor lácteo nacional. Temos de dar um novo enfoque naquele projeto que está emperrado e achar uma idéia para aquele problema insolúvel da área ou do segmento de mercado. Descobrir como melhorar seu pequeno negócio, remodelar a organização do departamento, para melhorar o desempenho e encontrar uma idéia de produto que possa desenvolver, devem ser ações constante no mercado global. Com isto, conseguirão obter melhores resultados em recuperação e fidelização dos clientes, maior eficácia das ações de marketing, maior credibilidade da empresa no mercado, fortalecimento da imagem institucional, criação de um diferencial competitivo e, principalmente, a concretização da missão empresarial nesta nova era. O consumidor, hoje globalizado, é ávido por produtos que oferecem alimentação funcional e vida saudável. Tanto que no leite já foram isoladas mais de 2.000 moléculas distintas, abrindo novas perspectivas para utilização do produto, pois este é alimento saudável e de excepcional valor nutritivo. Devemos então adotar conjunto de ações visando fortalecer a base da pirâmide – setor primário – sendo este o fornecedor da matéria prima, e devemos cada vez mais melhorar a qualidade do produto leite. Os números de crescimento nos diversos segmentos de produtos lácteos – diet / light / funcionais e outros são motivos de euforia, porem devemos ter consciência da necessidade de estruturação do setor produtivo e industrial, com investimentos na reciclagem, treinamentos e formação profissional de técnicos de alto nível é muito importante, estarmos cada vez mais presentes nas pesquisas cientificas no campo da tecnologia de produtos lácteos. O consumidor tem o direito e se torna cada vez mais exigente de ter alimentos seguros à mesa, de origem conhecida e com qualidade certificada por órgãos competentes, além de se originar, no caso especifico, de criações que respeitem o meio ambiente. Vamos crescer juntos! José Roberto Begosso [email protected] Biothec – Consultoria Empresarial Filiada a LÁCTEA BRASIL

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here