CPT - Centro de Produções Técnicas

A multinacional suíça anunciou, no passado mês de Agosto, um acordo com a ONG World Animal Protection (WAP), de forma a melhorar as condições de criação dos animais na sua cadeia de fornecedores. Em comunicado, a Nestlé revela que as medidas incluem o espaçamento adequado entre determinadas espécies de animais, como vacas e porcos, e a introdução de práticas veterinárias, aprovadas pela WAP, que diminuam a dor dos animais. A empresa vai recorrer a uma auditora, a SGS, para verificar se os padrões dos fornecedores correspondem aos do acordo. Em caso de violação do mesmo, o fornecimento é suspenso pela Nestlé. "Sabemos que os nossos consumidores se preocupam com o bem-estar dos animais nas quintas e nós, como empresa, estamos empenhados em assegurar os padrões mais altos de bem-estar animal na nossa rede global de fornecedores", afirma no comunicado Benjamin Ware, responsável pelo Fornecimento Responsável da Nestlé. <b>7.300 fornecedores em todo o mundo</b> A Nestlé, uma das maiores empresas do setor alimentar do mundo, tem 7.300 fornecedores de produtos derivados de animais, como leite para iogurtes e gelados, carne para refeições congeladas ou ovos no processamento de massas frescas. Mike Baker, CEO da WAP, explica que a "decisão de trabalhar com a Nestlé se baseia no seu claro empenho em melhorar o bem-estar animal e na mudança duradoura que pode representar para milhões de animais em todo o mundo". A WAP trabalha há mais de 50 anos com governos, comunidades e agências internaiconais no sentido de melhorar o bem-estar dos animais criados em quintas.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here