CPT - Centro de Produções Técnicas

A Prefeitura de Cuiabá e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) assinaram um termo aditivo para implementar a execução do Programa de Desenvolvimento da Pecuária de Leite no Município de Cuiabá, conhecido por Leite no Balde. O termo foi assinado pelo prefeito Mauro Mendes e pelo reitor em exercício da UFMT, João Carlos de Souza Maia. Os trabalhos de pesquisa nas propriedades devem ser iniciados no mês de novembro próximo. De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Elias Alves de Andrade, técnicos das duas instituições vão trabalhar em conjunto para identificar as dificuldades dos produtores e prestar assistência técnica a eles e com isso fomentar a pecuária leiteira da capital. O Programa Leite no Balde terá como coordenador geral o professor Marinaldo Divino dos Santos, titular da cadeira de Bovinocultura Leiteira da UFMT, em conjunto com o também professor Daniel de Paula Souza. “Com o Programa Leite no Balde vamos dar condições aos pecuaristas, de melhorar sua produtividade e aumentar a produção leiteira e atender a crescente demanda”, frisa o secretário Elias Andrade. A maioria dos pecuaristas de leite de Cuiabá é formada por pequenos produtores. Segundo o coordenador geral, Marinaldo Divino dos Santos, o alvo do programa serão pecuaristas cuja produção seja de até 200 litros/dia. A perspectiva é que em quatro anos resultados concretos do programa já sejam sentido, ou seja o aumento da produtividade nas propriedades. Esta semana houve a primeira reunião conjunta dos técnicos das duas instituições. Foi também uma reunião ampliada para apresentar o programa a outros órgãos interessados em participar dele. ‘Fizemos a apresentação do programa e sentimos muito interesses desses órgãos em participar e apoiá-lo’, afirmou o professor Marinaldo. Como primeiro resultado da reunião ficou definida a criação de um conselho de gestão. Participaram também da reunião representantes do Departamento de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia da UFMT, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), Instituto de Defesa da Agropecuária de Mato Grosso (Indea), Empresa Mato-grossense de Assistência Técnica e Extensão Rural ( Empaer) e Consórcio dos Produtores de Leite do Vale do Rio Cuiabá.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here