CPT - Centro de Produções Técnicas

O leite, a carne e o tomate foram os principais vilões da cesta básica de maio, que fechou em média a R$ 367,92 em Cuiabá. Somente o tomate subiu 23%. Levantamento divulgado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em seu Boletim Mensal da Conjuntura Econômica de Mato Grosso, mostra que em abril a cesta básica em Cuiabá com 13 itens essenciais estava em média R$ 351,70 e em maio de 2014 em R$ 345,80. A pesquisa traz carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, tomate, pão francês, café em pó, banana, açúcar, óleo e manteiga como itens essenciais para a alimentação de uma pessoa. Segundo o boletim, o cuiabano gastou em média R$ 68,60 com tomate, 23% a mais que os R$ 55,70 de abril e 16% a mais que os R$ 58,90 de maio de 2014. Entre os fatores para o aumento de preço, conforme especialistas e feirantes, é o fato de Mato Grosso não ser produtor do fruto e o mesmo vir de São Paulo e Goiás, o que encarece ainda mais a sua presença na mesa dos consumidores. O gasto com carne e leite subiram 3%, cada, em comparação a abril. Ao relacionar a maio de 2014 alta de 15% e 2%, respectivamente. No quinto mês de 2015 os cuiabanos desembolsaram em média R$ 127,40 com carnes e R$ 18,30 com leite. O açúcar foi outro que apresentou aumento de 3% frente a abril, entretanto em relação a 2014 recuo de 12%. o gasto médio ficou em R$ 4,50. <b>Quedas frente abril</b> Em comparação a abril apresentaram queda, considerada "leve", a manteiga, o óleo, a banana e o pão francês de 1% e de 2% o feijão.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here