CPT - Centro de Produções Técnicas

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça Especializada na Defesa dos Direitos do Consumidor e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Londrina, realizou busca e apreensão de amostras de leite na Cooperativa Central Agro-Industrial Ltda (Confepar). A operação foi feita após denúncias de adição de água, formol e uréia no leite cru envasado pela empresa de Londrina. O pedido de busca e apreensão foi feito pelo MP-PR e acatado pela 5.ª Vara Criminal de Londrina, que expediu mandado, o qual foi cumprido na última terça-feira (1º). Participaram do cumprimento do mandado os promotores de Justiça Miguel Jorge Sogaiar e Claudio Rubino Zuan Esteves, o delegado de polícia Ernandes Cezar Alves, que atua no Gaeco de Londrina. Também estiveram na operação servidores da Vigilância Sanitária do Município de Londrina e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. As amostras colhidas foram encaminhadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen), para análise.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here