CPT - Centro de Produções Técnicas

Uma moradora da cidade Santa Helena ficou constrangida ao abrir uma caixa de leite da marca Frimesa e encontrar resíduos gelatinosos dentro da embalagem do produto. Magali Ibrahim trabalha na cidade de Toledo, e disse que comprou o produto em um supermercado de Santa Helena, e neste domingo quando iria consumi-lo, notou que algo teria trancado a saída do leite, diante da situação cortou o recipiente e encontrou um produto gelatinoso. Ao ser questionada sobre sua reação ao descobrir que o produto estava alterado, a funcionária pública comentou, "claro que como consumidora me senti lesada, abri caixa, pois no momento que estava colocando o leite para ser esquentado percebi que entupiu, mas, notei que pelo peso da caixa ainda tinha leite. Forcei apertando a embalagem, quando saiu pelo bico, parecia ser leite queimado, gelatina. Imediatamente olhei a data de validade e o produto não estava vencido". "Liguei no SAC da empresa o fui informada que o atendimento é apenas em horário comercial", complementa. "Estou com a embalagem e o resíduo, se alguém duvidar, pode pegar a caixa e leva-la para analise", finalizou Magali. A reportagem do Guia Medianeira entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da Frimesa, e fomos informados que a empresa foi informada do fato na manhã desta segunda-feita, e que o produto foi recolhido para análise. Trata-se de um caso isolado e a empresa trabalha sempre priorizando a qualidade dos produtos e o atendimento ao cliente. E empresa irá se manifestar sobre o assunto assim que receber o laudo técnico da analise que será feita no produto.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here