CPT - Centro de Produções Técnicas

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, esteve na manhã desta terça-feira (4), na abertura IV Avisulat – Congresso Sul Brasileiro de Avicultura, Suinocultura e Laticínios, Feira de Equipamentos, Serviços e Inovação em Porto Alegre (RS). Durante seu discurso, o ministro ressaltou os avanços no agronegócio citando principalmente os excelentes números do Plano Agrícola e Pecuário deste ano. “Estamos conseguindo gerar emprego e renda, principalmente com a agroindústria que passou a produção de 96 milhões de toneladas nestes últimos 12 anos chegando a 200 milhões no próximo ano. Na próxima década deve chegar a 300 milhões. Para isso, é necessário ter um alicerce instalado e este alicerce é a organização do setor”, afirmou Geller. O evento, que vai até o dia 6 deste mês e recebe empresários e autoridades do setor, têm por objetivo agregar diferenciais que explorem temas e assuntos de grande interesse dos setores de avicultura, suinocultura e laticínios. Pretende também buscar novas tecnologias para a produção, tanto no campo como na indústria, explorando ao máximo o campo da inovação. <b>Aberto oficialmente o Avisulat 2014</b> O Avisulat 2014 – IV Congresso Sul Brasileiro de Avicultura, Suinocultura e Laticínios foi aberto oficialmente nesta terça-feira, 04 de novembro, no Centro de Eventos Fiergs, na capital gaúcha. Em sua saudação, o coordenador geral do evento, Eduardo Santos, ressaltou a importância de chegar à quarta edição “de forma planejada e bem trabalhada, com passos de evolução e inovação, como em cada uma das edições anteriores”. “Nossos esforços para chegarmos neste dia foram embasados no compromisso que assumimos junto às entidades parceiras do Avisulat de realizarmos um evento que trouxesse temas relevantes e estratégicos, que reunisse todos os elos das cadeias produtivas e também órgãos governamentais, estudantes e instituições de diversas áreas e setores”, disse Santos. O coordenador geral do Avisulat 2014 aproveitou a oportunidade para fazer um pedido especial ao presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, para que avalie a possibilidade de realizar o Salão Internacional da Avicultura e Suinocultura no Rio Grande do Sul após a edição de São Paulo ou que torne o evento itinerante nos principais estados produtores que detêm grande parte da produção de aves e suínos do Brasil. “Certamente, temos plenas condições de receber este grande evento aqui em nosso Estado”, afirmou. Aguardado por todos os presentes à ocasião, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, falou sobre a estabilidade econômica do País, a geração de emprego e renda, principalmente por meio da agroindústria, e defendeu uma política agrícola bem definida e uma política de sanidade que garanta qualidade ao mercado internacional e o fornecimento dessa produção. “Estamos avançando, e muito. Avançamos nos últimos dois anos com relação às taxas de juros, que foram todas trazidas aos patamares de 3,5% a 5%”, enfatizou. O ministro lembrou ainda a criação do programa de acesso à inovação tecnológica, mas reconheceu que é preciso investir mais na divulgação desse e de outros programas disponíveis especialmente para o médio e pequeno produtor. “A divulgação tem que ser mais eficiente, pois é um programa que confere recursos ao nosso produtor com 3% de juros ao ano.” O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Rio Grande do Sul, Claudio Fioreze, também participou da solenidade em representação ao governador Tarso Genro. Além de parabenizar as cadeias produtivas que promovem o Avisulat, Fioreze lembrou alguns dos principais avanços obtidos nos últimos quatro anos de governo, principalmente nas áreas de infraestrutura e logística, e programas de fomento para o setor produtivo. “Conseguimos transformar em lei o programa Mais Água, Mais Renda, com certeza o melhor programa de irrigação do Brasil. Com isso, agregamos 176 mil hectares de área irrigada no Estado. Sim, é pouco. Temos que chegar a 1 milhão. Mas já é um avanço considerável e, como se transformou em lei, certamente continuará crescendo”, destacou. “Temos orgulho de ter deixado boas sementes para que haja continuidade, aperfeiçoamento e eventuais correções de rumos.” A mesa da cerimônia oficial de abertura foi composta ainda pelo vice-presidente do Sistema Fiergs, Cláudio Bier; pelo deputado federal Jerônimo Goergen, representando a Presidência da Câmara dos Deputados; pelo presidente da Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav) e do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Rio Grande do Sul (Sipargs), Nestor Freiberger; pelo presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Estado do Rio Grande do Sul (Sips), José Roberto Goulart; pelo secretário executivo do Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Estado do Rio Grande do Sul (Sindilat), Darlan Palharini, representando o presidente do Sindilat; pelo presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal do Rio Grande do Sul (Fundesa), Rogério Kerber; pelo deputado federal Luis Carlos Heinze, presidente da Frente Parlamentar da Agricultura; pelo presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra; e pelo deputado federal Alceu Moreira.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here