CPT - Centro de Produções Técnicas

O ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Gerardo Fontelles, nomeou mais 103 candidatos aprovados no concurso público do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em virtude do mesmo número de aprovados convocados na primeira chamada não terem tomado posse. A maior parte dos candidatos não tomou por não cumprir o prazo legal. Outros foram considerados inatos por perícia médica ou declararam já em posse de outros cargos públicos. Os novos servidores são das carreiras de Fiscal Federal Agropecuário, de atividades técnicas de fiscalização e do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE), conforme o disposto no Edital n° 01, de 20 de janeiro de 2014. A portaria n° 1.117, de 26 de novembro de 2014, foi publicada nesta quinta-feira (27), na seção 2 do Diário Oficial da União (DOU). De acordo com a portaria de nomeação n° 973, de 2 de outubro de 2014 e publicada no dia 3, na seção 2 do DOU, foram nomeados 796 cargos efetivos para o Mapa. Do total foram 232 vagas para Fiscal Federal Agropecuário; 50 agentes de atividades agropecuárias; 100 agentes de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal; 70 auxiliares de laboratório, 184 técnicos de laboratório; 25 administradores; 110 agentes administrativos; 2 bibliotecários; 6 contadores; 4 economistas; 3 engenheiros; 3 geógrafos; 2 psicólogos e 5 técnicos em contabilidade. A banca organizadora do concurso foi a Consulplan. Os novos candidatos nomeados deverão comparecer para a posse no prazo máximo de 30 dias a contar a data de publicação, nos endereços da Sede do Mapa, em Brasília-DF e nas Superintendências Federais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SFAs) de seus respectivos Estados, com os devidos documentos e exames médicos e laboratoriais. Os exames e documentos necessários podem ser consultados no portal www.agricultura.gov.br.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here