CPT - Centro de Produções Técnicas

O Ministério da Agricultura (Mapa) demonstrou otimismo em relação à abertura de novos mercados para produtos lácteos brasileiros. A expectativa positiva foi manifestada pela secretária de Relações Internacionais do Mapa, Tatiana Palermo, na nota oficial em que são divulgados os números da balança comercial do agronegócio referente a março. “Há expectativa de abertura de novos mercados para os lácteos brasileiros, o que favorece a balança comercial do agronegócio do país”, comenta, sem detalhar quais seriam esses mercados que poderia comprar lácteos do Brasil. Em março, o agronegócio brasileiro registrou saldo positivo de US$ 6,47 bilhões em sua balança comercial (diferença entre exportações e importações). A informação foi divulgada nesta quinta-feira (15/4) pelo Ministério da Agricultura (Mapa). As vendas externas somaram US$ 7,88 bilhões e as compras de produtos do exterior totalizaram US$ 1,41 bilhão. O complexo soja se manteve como o principal produto da pauta de exportações do setor agropecuário brasileiro. As vendas totalizaram US$ 2,81 bilhões. Depois aparece o complexo carnes (boi, frango e suíno), com receita de US$ 1,17 bilhão. A terceira colocação ficou com o segmento de produtos florestais, com vendas equivalentes a US$ 920,93 milhões. “A retração dos preços das commodities agrícolas está sendo compensada, em parte, pela desvalorização do real frente ao dólar, proporcionado ao produtor a manutenção ou até mesmo a ampliação da renda recebida em reais, dependendo do produto”, analisa Tatiana. “No primeiro trimestre do ano, houve desvalorização cambial em torno de 19%”, diz.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here