CPT - Centro de Produções Técnicas

A Danone registrou lucro líquido de 608 milhões de euros (US$ 818 milhões) no primeiro semestre de 2014, queda de 37% ante o de 972 milhões de euros (US$ 1,3 bilhão) obtido em igual período do ano passado. Na mesma base de comparação, a receita diminuiu 5,3%, para 10,47 bilhões de euros (US$ 14,1 bilhões). Conforme a empresa, vendas fracas de produtos lácteos na Europa e de alimentos para bebês na China prejudicaram os resultados nos primeiros seis meses do ano. As vendas da Danone na China foram impactadas por um falso escândalo alimentar. Desde o ano passado, a companhia busca compensações financeiras em razão dos prejuízos sofridos por ter de recolher produtos de leite fornecidos pela neozelandesa Fonterra suspeitos de causar botulismo. Além disso, o fortalecimento do euro ante as moedas emergentes e a escalada dos preços do leite também pressionaram as vendas no primeiro semestre. Desconsiderando-se mudanças cambiais, aquisições e alienações, as vendas cresceram 2,2% no período, puxadas principalmente pelos Estados Unidos, que compensaram o desempenho mais fraco em outras regiões. Especificamente no segundo trimestre, o incremento nas vendas foi de 2,3%, abaixo das expectativas de analistas. A Danone vem procurando se recuperar de uma série de baques sofridos nos últimos anos: crise econômica na Europa, inflação, problemas de segurança alimentar na Ásia e volatilidade nas moedas de mercados emergentes. Recentemente, a empresa lançou uma série de novos produtos na China para tentar recuperar a confiança dos consumidores locais, enquanto que na Europa "as vendas e as margens começam a se estabilizar", disse o diretor financeiro (CFO) da Danone, Pierre-André Terisse. O executivo espera uma recuperação nas vendas no segundo semestre, com crescimento de 4,5% a 5,5% para o ano fechado.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here