CPT - Centro de Produções Técnicas

Liminar concedida 3ª vara da Justiça Federal do Amazonas suspendeu a realização do concurso público para o Ministério da Agricultura, previsto para o dia 4 de maio. A ação foi movida por oito fiscais federais agropecuários que se sentiram lesados, uma vez que tentavam ser removidos por meio de concurso interno para os locais em que as vagas foram oferecidas. Eles defendem a realização de um concurso de remoção antes do concurso para novos fiscais. O Ministério da Agricultura recorreu da decisão e aguarda resposta da Justiça. “Acompanhamos com uma certa preocupação, pois o concurso está previsto para maio e queremos que aconteça, mas também somos a favor de que o concurso de remoção seja realizado”, afirma o presidente da Anffa Sindical, Wilson de Sá. O concurso tem 412,1 mil inscritos para disputar 796 vagas para diversos cargos no Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Roraima, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal. Os salários variam de R$ 2.818,02 a R$ 12.539,38 e a carga horária é de 40 horas.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here