CPT - Centro de Produções Técnicas

Em apenas seis meses, a Letti, marca de leite tipo A da Agrindus, dobrou a produção para 20 mil litros por dia.

A proteína não causa dificuldade de digestão, ao contrário daquele com beta-caseína A1. O investimento foi de R$ 2 milhões, incluindo a seleção genética para que só nasçam fêmeas aptas e a certificação da bebida.

Seleção

Segundo Roberto Jank Jr., diretor da Letti, das 4.200 vacas da empresa, 1.400 foram selecionadas com características genéticas para a produção do leite com a beta-caseína A2.

São selecionadas as que têm o gene que produz a proteína A2 – do rebanho mundial, metade tem A1A2, 25% só A1 e os outros 25% só A2. Como a demanda é grande, principalmente para fórmulas infantis, a Agrindus terá todo rebanho apto em 2021.

Dos 60 mil litros produzidos diariamente, 40 mil ainda têm a beta-caseína A1, à qual 35% da população brasileira acima de 16 anos é intolerante.

No final do ano passado, Roberto Jank já havia alertado para a necessidade da intensificação da produção de leite de qualidade.

“No longo prazo esse é o grande divisor de águas para passarmos da segunda para a primeira divisão como país produtor de leite. Não somos nós que estamos certos e o resto do mundo errado; é o contrario. Ainda não fomos capazes de barrar leite de baixa qualidade no portão das fabricas e implantar a instrução normativa com efetividade. Sem isso, não haverá evolução. A boa notícia é que, de forma inédita, o lançamento de 3 marcas de leite UHT sem estabilizantes pode significar uma luz no fim do túnel, sinalizando demanda por mais qualidade na matéria prima. Pode ser o inicio de um circulo virtuoso”.

Desde o início de sua história na atividade, em 1945, a Agrindus sempre optou por estratégias de agregação de valor à matéria-prima. Na década de 90, iniciou a produção de leite tipo A e, em 2006, criou sua própria marca: Letti. Hoje, a linha possui uma variedade de produtos com certificação Kosher (selo BDK), comercializados em nichos de mercado diferenciados.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here