CPT - Centro de Produções Técnicas

O preço do leite voltou a subir nestes primeiros dias do ano em Minas Gerais, e a tendência é de valorização para os próximos meses. Mas os analistas de mercado recomendam cautela. O custo de produção continua alto e pode reduzir a margem de lucro da atividade. No ano passado, o produtor João Nivaldo quase desistiu da produção da leite, setor em que está há 20 anos. Foram meses trabalhando no vermelho, até que, nas últimas semanas, o cenário mudou. Os preços do leite subiram e o produtor voltou a investir, aumentou o rebanho de 40 para 50 vacas em lactação e a produção dobrou nos últimos três meses. Em fevereiro, ele pretende aumentar ainda mais a ordenha e tirar mil litros de leite. “Se você tira pouco leite, o custo de produção é o mesmo de produzir um volume maior. Então, eu tive que tomar essa iniciativa de aumentar”, conta Nivaldo. A volta da chuva ajudou a recuperar pastagens e as temperaturas estão mais baixas. Os animais se alimentam melhor e produzem mais. Aos poucos, João Nivaldo vai recuperando o prejuízo acumulado no ano passado. Este mês vai receber R$ 1 por litro produzido, 5% a mais em relação ao valor pago em dezembro.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here