CPT - Centro de Produções Técnicas

Na semana passada, foi determinado pela Vigilância Sanitária de Santa Catarina a retirada do Leite UHT Integral da marca Lageado Grande das prateleiras por causa da confirmação da presença de formol no líquido. Em decorrência desta ordem, as vigilâncias municipais do Estado começaram a vistoriar o produto nos estabelecimentos comerciais. Em Criciúma, os trabalhos iniciaram logo após a confirmação do formol no leite na última terça-feira, dia 12. Nenhuma unidade do lote contaminado foi encontrada. No entanto, a Vigilância Sanitária ressalta aos consumidores que a marca é encontrada nos supermercados da cidade e nos demais estabelecimentos. “A determinação era para o recolhimento do lote contaminado, ou seja, os demais não são retirados das prateleiras. O consumidor não precisa ficar assustado com a marca nos estabelecimentos”, explica o técnico da Vigilância Sanitária de Criciúma, José Ceron. Segundo Ceron, equipes da vigilância estão todos os dias nos estabelecimentos vistoriando produtos. “O consumidor é o nosso maior fiscalizador. Eles devem ficar atentos e nos informar de qualquer irregularidade”, pontua. Entre os produtos irregulares mais constatados pelas equipes da vigilância estão as marcas de álcool, que, segundo Ceron, devem ser comercializadas em até 46 graus, pois oferecem menos riscos aos consumidores. Porém, são encontrados produtos produzidos a mais de 90 graus. Caso alguém identifique este lote, o leite deve ser levado na vigilância. O dono do estabelecimento também deve prestar atenção. A vigilância sanitária também alerta a população, pois esse produto não deve ser consumido pelo risco que pode apresentar à saúde. Segundo o Ministério Público de Santa Catarina, foram cumpridos 20 mandados de prisões e 11 mandados de buscas e apreensões, autorizados por ordens judiciais dos Juízes de Direito das comarcas de Xaxim e Mondaí, ambas em Santa Catarina. Foram presos 14 homens e seis mulheres e cumpridos 11 mandados de busca e apreensão nas unidades industriais, residências e propriedades rurais de sete cidades do Oeste e Extremo-Oeste de Santa Catarina e Noroeste gaúcho.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here