CPT - Centro de Produções Técnicas

O Brasil é hoje, mais do que nunca, estratégico para as multinacionais de lácteos. Com um mercado ainda com grande potencial de crescimento e perspectivas positivas para a produção de leite, o país atrai o interesse de empresas que não estão por aqui ou têm presença restrita e também daquelas que já têm posição consolidada no território nacional. As ofertas pelos ativos da BRF e da LBR – Lácteos Brasil dão uma ideia da importância que o país ganhou. Entre as estrangeiras, a Lactalis – que controla desde 2013 a pequena empresa de queijos Balkis – se mostra mais agressiva. Segundo fontes do setor, ao fazer oferta de compra por ativos das suas companhias, a francesa busca ter o controle de uma boa estrutura de captação de leite e também tenta reaver a marca Parmalat, que pertence à LBR, sob licença, até 2017. A Lactalis é a controladora da italiana Parmalat S.pA desde 2011.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here