CPT - Centro de Produções Técnicas

Preso desde maio deste ano na quinta fase da Operação Leite Compensado, o empresário Sérgio Alberto Seewald, proprietário da Hollmann Laticínios Indústria e Comércio Ltda, teve a prisão preventiva revogada e vai responder ao processo em liberdade. Nesta quinta-feira (20), ele recebeu habeas corpus em julgamento na 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ-RS). Segundo o relator do processo, desembargador Rogério Gesta Leal, a prisão do empresário não se justifica mais porque ele já não tem condições de interferir nas investigações e no andamento do processo, uma vez que as provas em relação ao crime ao qual foi acusado já foram coletadas. O desembargador também afirmou que o empresário não apresenta possibilidade de reincidência no crime em função da exposição pública e da apreensão dos seus instrumentos de trabalho e que só poderia mantê-lo preso caso fosse indispensável à ordem pública ou à instrução processual. O empresário, no entanto, terá de cumprir algumas medidas cautelares, como se apresentar mensalmente à Justiça e não se ausentar da Comarca de Teutônia sem prévia autorização judicial nem faltar aos atos do processo. Sérgio Seewald e outras 13 pessoas foram denunciados no dia 16 de maio por envolvimento no esquema de adulteração descoberto pelo Ministério Público (MP). Eles respondem pelo crime de adulteração de produtos alimentícios, que prevê pena de quatro a oito anos de prisão. A quinta fase da operação Leite Compensado foi realizada na região de Teutônia.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here