CPT - Centro de Produções Técnicas

A Itália desenvolveu o primeiro queijo obtido através do miolo da alcachofra. "Carciocacio" acaba de ser patenteado pela Unidade de Pesquisa de Zootecnia Extensiva do Centro de Pesquisa em Agricultura da província de Potenza, na Itália. Os pesquisadores utilizaram uma alcachofra própria da região de Basilicata, a "Bianco di Pertosa". Eles estudaram as propriedades coagulantes de algumas espécies vegetais para encontrar uma alternativa aos produtos animais ou microbianos, utilizando produtos regionais. "O Carciocacio se diferencia em relação aos outros queijos de produtos vegetais pela utilização de um extrato obtido a partir de plantas facilmente cultivadas e para uma maior estabilidade da estrutura ao longo do tempo, devido à natureza das enzimas típicas da variedade da alcachofra utilizada", explicou o diretor da unidade de pesquisa, Salvatore Claps. "Um coagulante versátil, que consente na produção, a nível industrial e artesanal, com leites de diversas espécies, de vários produtos lácteos e acessível também por aqueles consumidores que estão à procura de queijo feito sem coalho de origem animal", completou o diretor. Quanto à comercialização do queijo, ainda estão sendo fechados acordos com empresas, mas o produto deverá chegar em breve ao mercado italiano. Um queijo que fará bem também ao sistema econômico, visto que está sendo estudada a formação de um consórcio para a sua produção.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here