CPT - Centro de Produções Técnicas

A desoneração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) concedida pelo governador Renan Filho a produtores de leite alagoanos começa a mostrar seus reflexos na economia do Estado. O primeiro deles, segundo o presidente da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), Aldemar Monteiro, é o aumento na procura, por parte do comércio varejista, de produtos alagoanos. A isenção do setor foi decretada pelo governador em maio deste ano e entrou em vigor no dia 1º de agosto. “Nesse curto espaço de tempo, já percebemos o interesse maior dos grupos varejistas nos produtos da terra. Antes disso, apenas os produtos de outros estados tinham espaço nos supermercados. Esses médios e grandes comerciantes estão começando a entender que comprar produtos alagoanos é mais barato para eles e para o consumidor”, disse o presidente da CPLA. “Isso certamente vai influenciar a produção de leite no campo e trazer melhorias no preço do leite. É uma questão de tempo até resgatarmos a cadeia produtiva, abrindo espaço no comércio varejista local e, possivelmente, atingindo outros mercados”, observou Monteiro. Além do aspecto econômico, o Governo trabalha também na melhoria do rebanho leiteiro, buscando o aumento na produção registrada em Alagoas, como destacou o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos. “Temos levado para a Bacia Leiteira o programa de transplante de embriões, que visa ao aumento da produção e melhoria na qualidade do leite. O objetivo do Governo é valorizar ainda mais nosso rebanho e retomar o desenvolvimento dessa região que já nos enche de orgulho”, disse o secretário. <b>Programa do Leite, o maior programa social</b> Atualmente, o Programa do Leite, coordenado pelo Governo de Alagoas por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, produz 80.000 litros / dia. A prorrogação, até dezembro de 2016, do convênio entre o Governo do Estado e o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para execução do Programa do Leite trouxe alívio e conforto aos quase cinco mil pequenos produtores alagoanos. Entre produtores e famílias carentes beneficiadas diretamente, cerca de 400 mil pessoas estão envolvidas com Programa do Leite, seja vendendo o produto, seja recebendo o alimento distribuído pelo MDS. Na avaliação do presidente da CPLA, entidade responsável pela operacionalização das ações, o Programa do Leite surge, atualmente, como o maior programa social desenvolvido em Alagoas. “Ele tem uma abrangência muito grande e uma importância essencial tanto para aquele agricultor familiar que fornece o leite, quanto para o consumidor da periferia, que complementa sua alimentação com o leite distribuído”, disse Aldemar Monteiro. “Conseguimos a prorrogação do convênio graças aos esforços concentrados do governador Renan Filho e do secretário de Agricultura Álvaro Vasconcelos. Sem a articulação deles, essa negociação seria muito difícil. Agora, temos certeza de que o sucesso do programa será muito maior”, comemorou o presidente da CPLA.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here