CPT - Centro de Produções Técnicas

Incubada na Fundação Biominas, no bairro Santa Inês, região Leste de Belo Horizonte, a empresa Invita Nutrição Especializada, há apenas três anos no mercado de alimentos para fins especiais, já faz frente a concorrentes internacionais. Única brasileira – segundo informou a empresa – na fabricação de alimento para crianças que têm alergia à proteína do leite de vaca, a Invita vende para seis estados brasileiros e registra crescimento de até 300% por ano. A empresa nasceu dos trabalhos de quatro pesquisadores da área de ciência de alimentos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). De acordo com o diretor Wendel de Oliveira Afonso, são 30 anos de pesquisa que, diante da demanda de uma parcela da sociedade, se transformou em uma oportunidade de negócio. Ele afirma que o grupo fez estudos de mercado e percebeu que o trabalho que desenvolviam podia ser aplicado em, pelo menos, três setores: alimentação esportiva, alimentação clínica e alimentos tradicionais. A área de alimentação clínica foi a que se mostrou mais promissora. "Nesse segmento não há fabricantes nacionais. Como minha produção é nacional, meu produto é mais barato e assim ganho competitividade", diz. Afonso explica que nesse mercado o preço do produto faz ainda mais diferença, já que o principal cliente é o governo. Para conseguir vender para a iniciativa pública, a empresa participa de processos de licitação, onde o quesito preço tem grande peso. <b>Desafios</b> Mas esse cenário de concorrência com marcas internacionais também traz grandes desafios para a Invita. Isso porque a maioria das empresas que vende esse produto são multinacionais com estruturas muito bem estabelecidas no Brasil e com ampla rede de distribuidores. Para conseguir ainda mais vantagens que lhe garanta força diante desses concorrentes, a empresa está tentando negociar um regime tributário especial junto ao governo de Minas Gerais. O empresário lembra que o benefício seria importante não só para a valorização da empresa mineira, mas também para a economia do próprio governo do Estado, que também é cliente da Invita. Atualmente, a empresa disponibiliza apenas um produto que é voltado para crianças que têm distúrbios da digestão e absorção de nutrientes e alergia às proteínas do leite de vaca. Segundo Afonso, o produto é comercializado em pó e embalado em latas. O diretor afirma que a empresa já está se preparando para lançar um novo produto para crianças que têm a mesma doença, mas em um nível um pouco mais brando. Segundo ele, esse é um distúrbio comum entre crianças e por isso a empresa foca no produto. Mas ele adianta que a Invita realiza vários estudos e tem interesse em lançar novas fórmulas para atender pacientes com diferentes doenças. Afonso afirma que a expectativa para os próximos anos é positiva, já que o mercado de produtos ligados à saúde e o bem-estar registra crescimento constante. Além dos lançamentos de produtos, está entre as metas da empresa para 2015 a ampliação de mercados de atuação. A expectativa do diretor é avançar para São Paulo e Rio de Janeiro e continuar expandido até alcançar todo o país.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here