CPT - Centro de Produções Técnicas

Evento iniciado pela manhã de ontem foi marcado pela inauguração do portal da Cidade do Leite e dos sobrados da Vila Holandesa. Nesta quinta-feira será inaugurada a ‘Calçada da Fama’. Foi aberta oficialmente, na manhã desta terça-feira, no Parque de Exposições Dario Macedo, em Castro, a edição 2015 do Agroleite. A principal feira do setor leiteiro do país ocorre até sábado, com a perspectiva de atrair cerca de 100 mil visitantes de toda a América do Sul, sempre com entrada gratuita. A edição deste ano conta com 680 animais em pista, através de 72 criadores, e a perspectiva é de que sejam movimentados mais de R$ 60 milhões em negócios. A cerimônia teve início às 10h30, e foi sucedida pela inauguração do Portal Cidade do Leite, quando houve a entrega simbólica da ‘chave da cidade’ para o presidente da Castrolanda Cooperativa Agroindustrial (realizadora do evento), Frans Borg, e o prefeito de Castro em exercício, Marcos Bertolini, cujo município, reconhecido como ‘a capital do leite’, é apoiador do evento. Pela noite ocorreu a inauguração dos sobrados da Vila Holandesa. Durante a abertura, Borg destacou a visão de futuro das empresas ligadas à cadeia ao participarem do evento. “A cadeia do leite está dando uma demonstração de maturidade. Nesta época diferente, está acreditando no negócio, não pensando somente na crise, mas a médio e longo prazo, e que, ao passa-la, haverá anos de oportunidade, gerando conhecimento e negócios” disse. A Cidade do Leite recebeu um investimento de R$ 5 milhões neste ano. O prefeito de Castro destaca o evento com potencial internacional. “A Castrolanda demonstra sua capacidade e potencial com o empreendimento que hoje temos o privilégio de inaugurar, que é o Portal Cidade do Leite, na capital nacional do leite, e Castro se transforma referencia não só no Brasil, mas na América Latina na produção do leite”, frisa Bertolini. O superintendente do Sistema Ocepar, Nelson Costa também ressalta a importância do evento em nível nacional, como a maior e melhor feira especializada do leite no país, uma vitrine que oferece informações de todas as etapas da produção leiteira. “Em um momento em que não se fala em outra coisa a não ser a crise, temos uma semana voltada à geração de conhecimento e importantes negócios. E, não esperava algo diferente de uma cooperativa que investe no desenvolvimento sustentável e que promove a maior e melhor feira do setor leiteiro no país”, completa. Laertes Bianchesi, chefe do núcleo regional da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, lembra que, nestes próximos dias, ‘os olhos de todos os que trabalham neste setor’ estão voltados para Castro, neste evento puramente técnico. “É um evento que a cada ano se consolida como o maior evento do leite no país, com estrutura para recepcionar interessados de todos os elos da cadeia produtora”, conclui. <b>Nova infraestrutura chama a atenção no evento</b> A infraestrutura é o principal destaque da feira neste ano. Ao chegar ao Parque, é possível ver o avanço da construção da Cidade do Leite, com mais de 20 sobrados erguidos. Ao adentrar, passando pelo Portal, a Praça Central da cidade, bastante ampla, conta com design clássico, porém moderno, com pontes de madeira e canteiros, rodeadas por casas ‘holandesas’ onde ficam sediados estandes de empresas apoiadoras. As ‘ruas’ por onde os visitantes circulam para chegar aos estandes estão todas asfaltadas. “Ao chegar, a primeira coisa que se sente na Cidade do Leite é um orgulho pelo ‘upgrade’. Toda essa estrutura é digna de uma feira internacional e eu diria que entre todos os eventos desse setor que conheço, essa é ‘A Feira do Brasil’”, declara Erik Bosch, presidente da Capal Cooperativa Agroindustrial, parceira da Castrolanda em diversos projetos da intercooperação.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here