CPT - Centro de Produções Técnicas

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulgou um levantamento que aponta que em 2015, as importações brasileiras de produtos lácteos apresentaram alta de 50,4% em relação ao ano de 2014. Em volume, foram comprados um total de, aproximadamente, 1,1 bilhão de litros importados em equivalente-leite. Entre os países que mais forneceram lácteos ao Brasil aparece a Argentina (US$ 176,4 milhões, 42,1% do total), seguida do Uruguai (US$ 174,3 milhões, 41,6% do total), Estados Unidos (US$ 16,6 milhões, 4% do total) e da França (US$ 9,6 milhões, 2,3% do total). Considerando apenas os volumes de leite em pó, o cenário se altera e o Uruguai se torna a principal origem (53,5%), seguido da Argentina (43,2%) e dos Estados Unidos (2,4%). De janeiro a dezembro de 2015, o déficit acumulado da balança comercial de lácteos em equivalente-leite foi de cerca de 562 milhões de litros, mais do que o triplo do déficit apresentado ao longo de 2014, que foi de 162 milhões de litros.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here