CPT - Centro de Produções Técnicas

A exportação de queijo suíço na Rússia aumentou quase cinco vezes por causa da proibição de entrega de alimentos dos países da união Europeia, introduzido a Rússia. Como informou o jornal Schweiz am Sonntag, citando dados Federal de administração aduaneira, Suíça. Em setembro de 2013 na Rússia foram importados de 28 toneladas de queijo suíço, em setembro de 2014 – já de 160 toneladas, observa o jornal. O diretor da empresa Intercheese disse que suas exportações de queijos na RÚSSIA aumentou em três vezes, e até o final do ano está previsto para entregar até 90 toneladas. Ele observou a maior demanda de queijos de baixa de preços do segmento. Ao mesmo tempo, admitiu que temia a perda de mercado depois de retirar o embargo de bens da UE, mas também destacou que a Suíça é incapaz de satisfazer a necessidade RUSSA de importar o queijo, que é estimado em 250 mil toneladas por ano. Portanto, Intercheese tende a ocupar um nicho de queijos, acrescentou o diretor da empresa. Em resposta a sanções, que o Ocidente impôs contra a Rússia devido a um evento na Ucrânia, Moscou anunciou a proibição total para o fornecimento de carne de porco, carne, legumes e frutas, carnes, aves, peixes, queijos, leite e produtos lácteos dos países da união Europeia, Austrália, Canadá, Noruega e estados unidos. De acordo com os cálculos FEIRA com base nos dados do serviço aduaneiro Federal da federação RUSSA para o ano de 2013, trata-se de ano a importação de produtos de 9,1 bilhões de dólares. Os países da UE têm sobre o mercado russo de alimentos da lista de 6,5 bilhões de dólares.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here