CPT - Centro de Produções Técnicas

Produtores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Minas Gerais e Paraná — os cinco principais estados que garantem o abastecimento de leite no país — serão beneficiados por um novo programa do Ministério da Agricultura. Os principais pontos do programa — cujo objetivo é aumentar a produtividade e ampliar as exportações — começaram a ser discutidos em reunião da ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) com representantes do setor na quinta-feira (26). O programa vai contemplar pequenos e grandes produtores dos cinco estados que, juntos, são responsáveis por 73% da produção de leite brasileira. Entre as ações em estudo estão medidas para a erradicação da brucelose e da tuberculose no rebanho leiteiro; a criação de um fundo indenizatório para eventuais abates decorridos da tuberculose bovina, doença incurável e transmitida pelo ar. A única forma de controle é o abate; o melhoramento genético do rebanho por meio de inseminação artificial e fertilização in vitro a fim de aumentar a produtividade; O fornecimento de assistência técnica e colocar à disposição dos agricultores pacotes tecnológicos capazes de atender a diferentes volumes de produção; a criação de novos laboratórios de análise da qualidade do leite; melhores condições na aquisição de crédito para custeio e investimento e o Marco regulatório para o setor. A ministra marcou para março reunião de apresentação do pré-projeto, que está sendo feito com entidades do setor.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here