CPT - Centro de Produções Técnicas

Um promotor do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Chapecó concedeu entrevista à RICTV Record para falar sobre o andamento das investigações da Operação Leite Adulterado no Oeste do Estado. Apesar de ser produzido em Santa Catarina, o leite era enviado para outros estados com pouca fiscalização. Entre transportadoras, laticínios e indústrias de derivados, onze empresas estavam envolvidas no esquema. Seguem detidas 23 pessoas, mas novas prisões podem ser efetuadas. Para ver o vídeo desta entrevista, <a href=http://ricmais.com.br/sc/seguranca/videos/gaeco-nao-descarta-novas-prisoes-pela-operacao-leite-adulterado-no-oeste-de-santa-catarina/ target=_blank>clique aqui.</a>

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here