CPT - Centro de Produções Técnicas

Terminou sem acordo a reunião entre representantes do grupo Lactalis e o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentos de Barra Mansa Volta Redonda e Resende que, na ocasião, representava os funcionários da empresa de laticínios, em greve desde domingo por questões trabalhistas. De acordo com o diretor da entidade sindical, Arlyson Teixeira, a empresa contratou dois negociadores para discutir os assuntos que deliberaram paralisação. No entanto, segundo Arlyson, eles não apresentaram nenhuma contra proposta sobre o plano de reivindicações da categoria. Entre as exigências constam o dissídio coletivo que venceu em julho do ano passado e até o momento não foi feito o acerto, o pagamento do Fundo de Garantia, em atraso há cerca de nove meses e o reajuste salarial. “É a questão do tempo de casa. A empresa assumiu em janeiro, mas tem funcionários trabalhando lá há mais de cinco anos”, ressaltou o diretor, informando que a produção da fábrica está paralisada desde as 22 horas de domingo. Na manhã de segunda-feira (2), os cerca de 150 funcionários realizaram uma manifestação na entrada lateral da fábrica. Na ocasião, os trabalhadores denunciaram o descumprimento de acordos trabalhistas por parte do grupo francês. O vice presidente do sindicato, Laurimar Campos de Almeida, esteve presente ao ato e afirmou que a empresa alega que comprou a fábrica em 8 de janeiro e que o compromisso só é válido a partir da data do negócio. “Os responsáveis pela empresa nos enviaram um documento argumentando que só foi comprado o ativo (maquinário, prédio) e não o passivo (trabalhadores e assuntos trabalhistas). Eles disseram que a categoria deverá reivindicar seus direitos na justiça”. A Lactalis comprou, no ano passado, por R$ 250 milhões, os ativos da LBR – Lácteos Brasil. Com o negócio, a Lactalis adquiriu as unidades de Fazenda Vila Nova, Barra Mansa (inclui a marca DaMatta), Boa Nata (inclui a marca Boa Nata), e os ativos da Poços de Caldas pertencentes à LBR dentro do processo de recuperação judicial da companhia brasileira de lácteos. Hoje, a Lactalis é um dos maiores grupos de lácteos no mundo, ao lado das também multinacionais Nestlé e Danone, com faturamento de 16 bilhões de euros (R$ 47,5 bilhões) registrados no ano passado. O grupo francês soma mais de 60 mil empregados em 70 países, administrando 200 fábricas espalhadas pelo mundo.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here