CPT - Centro de Produções Técnicas

Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná agora formam um bloco econômico, técnico e político, a Aliança Láctea Sul-Brasileira. O objetivo da associação é ampliar o tamanho e a relevância da produção de leite na Região Sul. A previsão é de que até 2020, os três Estados juntos façam saltar a produção diária dos atuais 10,7 bilhões de litros para 19 bilhões de litros por dia. Ontem, na Expointer, foi assinado o protocolo do termo de cooperação, que cria a aliança. Já em 2014, a região será a maior produtora de leite do país, concentrando 35% do total. O secretário de Agricultura de Santa Catarina, Airton Spies, afirmou que o leite tem grande potencial para ser uma das "estrelas do agronegócio". Mas ainda há barreiras a serem superadas, reconheceu. Um desses pontos é a qualidade do leite, que precisa ser garantida: – As fraudes não podem fazer parte desse cenário. Para isso, a melhor estratégia é premiar o leite bom e punir quem transgredir as regras. Spies disse que, no futuro, as instruções normativas para garantir a qualidade do leite e os registros de fraudes serão "histórias de museu". A Expointer tem tido um impacto positivo para a rede hoteleira, como antecipou a coluna. A Capital está com mais de 70% de lotação para o período da feira, segundo Carlos Henrique Schmidt, presidente do Sindicato da Hotelaria de Porto Alegre. Outro dado interessante: dos hotéis pesquisados, 54% receberam hóspedes para a Expointer antes mesmo da data de abertura.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here