CPT - Centro de Produções Técnicas

A Câmara Municipal de Seia vai realizar no próximo fim-de-semana, nos dias 14 e 15 de Fevereiro, mais uma edição da Feira do Queijo, uma festa dedicada à promoção do queijo Serra da Estrela e dos produtos endógenos do concelho. O certame, à semelhança do que é habitual, vai ter lugar no Mercado Municipal e na área envolvente. O mercado do queijo e dos produtos endógenos voltará a assumir o núcleo central da feira, tendo para o efeito a autarquia endereçado convite a todos os produtores de queijo (pastores, queijarias tradicionais, queijo DOP e fábricas) e de produtos regionais de reconhecido valor, como o pão, o vinho do Dão, os enchidos, a lã e o mel, este último através da Associação de Apicultores da Serra da Estrela. A Ancose – Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela, a Licrase e a Confraria do Cão Serra da Estrela são outros dos parceiros do evento, naquela que será uma recriação de uma quinta do Pastor, onde não faltarão os animais da quinta e os produtos da terra. A animação também será uma importante componente da festa de homenagem aos pastores e às queijeiras, que será promovida em estreita colaboração com as bandas filarmónicas, ranchos folclóricos e outros grupos de música tradicional do Município. O presidente da Câmara Municipal de Seia, Carlos Filipe Camelo, disse ao Jornal A Guarda que o queijo da Serra da Estrela é o rei dos produtos que vão estar expostos em Seia durante os dois dias. Lembrou que no ano passado a autarquia voltou a promover a Feira do Queijo após três anos em que o certame foi realizado, em rotatividade com os concelhos de Gouveia e de Fornos de Algodres, no âmbito da então Comunidade Intermunicipal da Serra da Estrela. “Para além do queijo, é a festa do pastor, mas é também a festa de outros produtos endógenos daquela região que a diferenciam como sejam os enchidos, o pão, o cabrito e o vinho”, apontou o autarca. E acrescentou: “Aquilo que vai acontecer em termos da Feira é fazer o casamento em torno destes mesmos produtos e, por isso, é nosso desejo que a marca Serra da Estrela saia reforçada do contexto deste evento e, acima de tudo, incentivar e dar a conhecer aquilo que é o produto queijo da Serra e também procurar aqui ou ali a sua amplitude relativamente à questão da certificação”. Carlos Filipe Camelo adiantou ainda que nos dois dias do certame Seia espera acolher “um leque vasto” de forasteiros.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here