CPT - Centro de Produções Técnicas

Para estimular o setor leiteiro e novas oportunidades de renda aos pequenos produtores, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul (Senar/MS) oferece capacitação em Fabricação Caseira de Derivados do Leite em Terenos, de 25 a 27 de agosto, no Assentamento Nova Aliança. Além de fazer parte da alimentação do dia a dia, é também matéria-prima de diversos produtos e ingrediente de receitas culinárias. De acordo a instrutora do Senar/MS, Brasilina Aparecida de Carvalho, o objetivo do curso é produzir derivados do leite com qualidade nutricional. Também são ensinadas técnicas de produção de ricota, bebida láctea achocolatada, requeijão cremoso e até suco de soro. O soro é a parte líquida do leite obtida a partir de diferentes processos, como a fabricação de queijos. O soro do leite é aproveitado na produção desde bebidas lácteas até bolos. Além do valor nutritivo, há também o valor medicinal. Já existem estudos que comprovam que o consumo de soro de leite pode ajudar na prevenção da doença de Alzheimer. O soro do leite ainda contribui como suplemento alimentar, é regulador de pressão, de funções intestinais e um potente antioxidante. Na grade do curso também estão inclusos cuidados no processamento do leite e exigências profissionais. A instrutora do Senar/MS explica que o principal cuidado antes de começar a fabricação dos produtos é a pasteurização do leite, que elimina bactérias e aumenta a longevidade. O produtor que tem intenção de obter renda a partir dos derivados do leite precisa ter conhecimento da Instrução Normativa (IN-62), do Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa), que aborda os cuidados necessários para comercialização. O Senar oferece 36 qualificações em Mato Grosso do Sul entre 24 e 29 de agosto, com 665 produtores inscritos.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here