CPT - Centro de Produções Técnicas

Leite em Pó Magro para o México e queijo para a Coreia do Sul atingem valores recordes. Em Março, as exportações de lacticínios dos EUA atingiram o seu nível mais alto em nove meses, liderados pelos valores recordes de leite em pó magro (NDM / SMP) para o México e queijo para a Coreia do Sul. Além disso, as exportações globais de Lactose e Proteína de Soro (WPI) superaram os máximos anteriores Quer em volume global, quer em valores, registaram-se melhorias relativamente aos meses anteriores, embora com desfasamento face aos níveis do ano passado. Analisando com base numa média diária, as exportações subiram 19 por cento em volume e 14 por cento em valor relativamente ao mês de Fevereiro. No entanto, em comparação com o mês homólogo do ano passado, as exportações caíram 9 por cento em volume e 24 por cento em valor. Quando comparadas com Março 2014, os valores parecem menos favoráveis, em parte porque as exportações dos EUA em Março passado foram as maiores de sempre. Contudo, as exportações de Leite em Pó Magro (NDM / SMP) atingiram as 55.022 toneladas, o que representa um aumento de 40 por cento relativamente a Fevereiro (média diária) e 7 por cento relativamente a Março do ano passado. As vendas para o México foram de 26.213 toneladas, o maior valor de sempre, 68 por cento mais do que há um ano atrás. As exportações de queijo em Março foram de 34.302 toneladas, mais 5 por cento do que em Fevereiro (média diária), mas inferiores 5 por cento do que em Março de 2014. O mercado da Coreia do Sul atingiu as 8.410 toneladas, 48 por cento acima das vendas do ano passado, tendo, por isso, sido registado novo recorde de vendas para esse mercado.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here