CPT - Centro de Produções Técnicas

A Coopercentral Aurora Alimentos está pagando aos produtores rurais cooperados, nesta semana, o valor do leite entregue para processamento industrial no mês de agosto. São R$ 45 milhões que ingressam na economia regional, destaca o diretor de agropecuária Marcos Antônio Zordan. A Aurora informou que manterá o preço de R$ 1,10 por litro de leite colocado na plataforma da indústria, incluso o frete e o Funrural. O comportamento dos valores é levantado mensalmente pelo Conseleite e confirma que os preços não apresentam variações significativas desde junho no mercado primário de produção de leite. Os novos valores anunciados na última reunião do Conseleite ficaram assim: leite-padrão R$ 0,9192 o litro; acima do padrão R$ 1,0571 e abaixo do padrão R$ 0,8356. Esses valores referem-se ao leite posto na propriedade com Funrural incluso. Embora tenha esses valores como referência negocial, a Aurora paga preços superiores: em setembro manterá os mesmos preços praticados em agosto. Giesel realça que, apesar da abundância de leite no mercado interno e da redução do consumo, o Brasil continua importando leite em pó do Uruguai e da Argentina criando uma situação de oferta elevada. <b>ESTRUTURA</b> Santa Catarina é o quinto produtor nacional, o Estado gera 2,8 bilhões de litros/ano. Praticamente, todos os estabelecimentos agropecuários produzem leite, o que gera renda mensal às famílias rurais e contribui para o controle do êxodo rural. O oeste catarinense responde por 73,8% da produção. Os 80.000 produtores de leite (dos quais, 60.000 são produtores comerciais) geram 7,4 milhões de litros/dia.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here