CPT - Centro de Produções Técnicas

Produtores rurais, pesquisadores, estudantes e empresários reúnem-se no XII Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados (Enel), que acontece pela segunda vez em Aracaju. O evento segue até esta sexta-feira, 7, e promove a realização de palestras, oficinas e a ainda a abertura de espaço para que expositores de Sergipe e de mais sete estados do Nordeste possam divulgar as novidades do setor. De acordo com a gerente de agronegócios e coordenadora do evento, Angela Souza, o encontro é de suma importância para quem atua na produção ou pesquisa do leite e seus derivados. "É importante para trazer conhecimento para o produtor rural e empresários. É bom também para mostrar que dá para ser competitivo mesmo em condição de seca”, relata, acrescentando que a atividade vem apresentando crescimento. Mais de duas mil pessoas já passaram pelo Centro de Convenções, local de realização do evento, e a expectativa é que mais inscritos tenham acesso ao conteúdo do evento. Para quem quer ficar por dentro sobre o que há de mais moderno no setor, o encontro trouxe um pesquisador de leite do Canadá e também uma empresa espanhola que mostra o processo do tratamento de afluentes nos laticínios. <b>Produtor rural participa pela primeira vez do evento</b> Márcia Santos é membro da Coopeagriu, cooperativa de laticínio de Porto da Folha, e está presente em um estande montado no evento. Ela conta que participa mais uma vez do encontro e que este é importante para promover o crescimento do setor e ainda ajudar na divulgação dos produtos. O produtor rural José Bosco Santos marcou presença também no Encontro Nordestino do Setor de Leite. Ele acredita que o mercado de laticínios está aumentando em Sergipe, e afirma que está curioso para saber o que as empresas e os pesquisadores têm a mostrar.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here